18 abril, 2014

Resenha: Divergente - Verônica Roth

Oi galera, tudo bem?
Hoje vim aqui falar de um dos meus livros mais favoritos de 2014, Divergente - Verônica Roth.

Uma escolha pode te transformar
Numa Chicago futurista a sociedade se divide entre cinco facções - Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição - e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice nasceu na abnegação, mas o teste de aptidão, ao que passam todos os jovens com 16 anos, numa grande cerimonia de iniciação que determina a que grupo deveriam fazer parte, se unirem e passarem o resto de suas vidas, revela que ela é na verdade uma divergente, não respondendo ao teste conforme o previsto.
A jovem deve então decidir entre ficar com sua família, e ser quem ela realmente é, e acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e ate mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.



AAAAAH!!! QUE LIVRO PERFEITO É ESSE? MELHOR DISTOPIA, PROTAGONISTA, AMIGOS ETC....

Eu amei este livro, amei, amei amei.

Bom, em Divergente conhecemos a Beatrice, ou Tris como dito. Ela, sinceramente, foi a melhor protagonista que eu já vi de todos os livros. Ela é super determinada como a Clary (Os Instrumentos Mortais), mas não faz besteira como a Clary faz, ela é forte como a Katniss (Jogos Vorazes) mas ela tem seu ladinho feminino fofinho que eu sinto falta na Katniss (apesar de um adora-la) e tem o seu lado romântico como Luce (Fallen), Lena (Beautiful Creatures), Bela (Crepúsculo), mas não é burra ou melosa. Ou seja, Tris é a melhor protagonista feminina de todos os tempos!!!!



Você realmente vê a mudança nela, em sua personalidade, com o decorrer do livro, e isso é incrível. Você realmente consegue se identificar com a Tris porque ela não é perfeita. Como a Veronica Roth a descreve nos livros - ela é simplesmente uma adolescente normal (bem, mais ou menos) mas tipo, ela não é aquela coisa de "Sou linda, perfeita", mas também ela não é feia. Ela tem aqueles negócios de adolescente, saca, de ter um egoismo por mais que seja pequeno dentro da gente, quem aqui é adolescente me entende! Ou seja, a Tris é incrível.
E os personagens, todos eles são, não só ela. o *Four* (Quatro), meu deus, ele é incrível e eu amei aquele personagem de tom misterioso mas ao mesmo tempo AH! demais. Os amigos da Beatrice, todos incríveis. Parabenizo a Veronica Roth, não é a toa que em seu livro de estreia já tenha feito tanto sucesso assim, ela realmente sabe escrever.

Maaaas, tudo tem o seu porem. Ate a parte da cerimonia de iniciação, beleza, estava incrível, mas ai então, uns 85% do livro fica no dia - a - dia da Tris, e a gente não vai ganhando resposta. No começo, a gente já descobre o que é divergente e que é perigoso mas, porque é perigoso? O que vai rolar? e la pelo finalzinho tudo começa a vir como uma explosão de bomba para a gente. Vem tudo de uma vez, entendem? Isso foi eu acho, um erro, mas nada que não fica inconcertável, e não fica parado ou chato porque tem muita ação.



O livro é muito viciante, você devora o livro em um dia, porque eu disse, não é parado e realmente, a narração da Veronica Roth é viciante.

Sobre o romance, eu achei que ficou em uma enrolação assim, antes não mostrava muita coisa dele e como mostrou começou muito amorzinho, foi muito de repente, mas mesmo assim, eu achei incrível e lindo o romance do livro. Espero que vá ficando melhor nos outros dois ainda que eu vou ler porque, quem não saber, Divergente é uma trilogia e o final, apesar de não acabar exatamente em um cliffhanger, ele te deixa louco para o Insurgente.

Eu ainda não assisti o filme, estreou ontem e eu acabei o livro ontem rsrs, mas eu já vou amanha e vai ter um Das Paginas as Telas ( fazia tempo que não tinha, estavam com saudades?!) então fiquem ligados. Estou louca para o filme e adorei o elenco!



Beijos e ate a próxima!
Tchau!


6 comentários:

  1. Quando eu terminei o livro fiquei exatamente assim: Meu Deus que livro é esse? E também amei a Tris e eu até que gostei das partes do dia a dia, porque mostra os laços de amizade que Tris criou, e mostra a evolução dela, eu amei! Assisti o filme na estréia e amei o filme também, me apaixonei pela Shailene, ela interpretou Tris com muita maestria e apesar de eu sentir falta de algumas coisas no filme, achei que foi uma boa adaptação.
    Eu fiz resenha no blog pra o livro: http://bit.ly/ResenhaDivergente e pra o filme: http://bit.ly/ResenhaFilmeDivergent Se quiser dá uma conferida?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Também adorei o livro e principalmente a protagonista!Ela tem seu diferencial, é verdade, eu tava enjoada das comuns boazinhas e altruistas melosas, com Tris veio um "boom" de inovação que eu senti em personagens como Clary, Tessa, Katniss e Daenerys.
    Também fiz uma resenha sobre Divergente, se quiser conferir esse é meu blog :) :
    http://misssorrisos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. ahhh!! Super curiosa para ver o filme, o livro infelizmente não li :(
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Gente tô super curiosa para ler esse livro e ver o filme!!
    Fiquei mais curiosa ainda!
    Beijos
    EmyLu- Louquinha por Livros

    ResponderExcluir
  5. Eu estou muito curiosa para ler esse livro, muito mesmo! :3

    http://livro-apaixonado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo