24 outubro, 2015

A Traição de Natalie Hargrove, Lauren Kate.


NATALIE HARGROVE MATARIA...
por uma chance de ser coroada a rainha do baile de Palmetto High. Mas Mike King, seu namorado, não parece tão empolgado para ser rei, e pode perder essa honra para o maior inimigo de Natalie, o irritante Justin Balmer. Determinada a impedir que isso aconteça, ela tem uma ideia de um trote perfeito para colocar Justin em seu devido lugar, e convence Mike a ajudá-la. Aproveitando que Justin estava bêbado e vestido de mulher após uma festa à fantasia,  eles o amarram inconsciente no presépio da igreja. Tudo parece muito engraçado, até a manhã seguinte, quando percebem que Justin está morto. E a partir daí, eles se envolvem em uma grande trama para esconder seu segredo.



" O livro de estreia da autora da saga Fallen, A Traição de Natalie Hargrove é um drama contemporâneo, inspirado no clássico de Shakespeare, Macbeth."

Acho que não é segredo para nenhum leitor que eu sou uma fangirl de Lauren Kate desde Fallen. Fallen é simplesmente uma das minhas séries favoritas... ela, afinal, me introduziu ao mundo da literatura (antes eu era fechada para HP), e então eu sinto essa GRANDE obrigação de ler tudo que essa mulher escreve... até a sua lista de supermercado. 

Ele balançou a cabeça e estreitou os olhos escuros quando eu me aproximei. Um frio percorreu a minha espinha quando ele murmurou: — Nat, o que você fez?

E esse era um dos livros assim... que tinha todos os elementos que faziam-me ficar neurótica para encontra-lo. Por dois anos, procurei por todos os lugares, todos os cantos. Mas vocês não fazem idéia de como estava difícil para eu achar este livro. Livrarias físicas?! Nada. Livrarias virtuais?! Nada. E isso eu considero tanto as que eu fui nos EUA, aqui no Brasil e na Europa. E foi justamente na minha volta de uma dessas viagens, que eu me encontrei numa livraria Saraiva de aeroporto... sim, aeroporto, que eu encontrei esse livro! LÓGICO que eu tive que leva-lo.

E porque eu estava tão louca para compra-lo? Quais eram esses tais elementos? Bom, primeiramente... esse título. Esse título me chamou uma grande atenção - Score 1. Depois eu vi que era inspirado em Macbeth - Score 2. E bem, era escrito pela Lauren... o que eu já sabia que poderia ser algo incrível, com seu clássico romance gótico - Score 3.


O livro é fino, muito fino. Se você se empolgar, termina-o em menos de uma hora. Era o que eu achei que iria acontecer comigo, maaaaaaas.... é. Não superou minhas grandes expectativas por ele, mas não significa que eu não gostei dele. Eu gostei do livro, só não foi aquela grande coisa!

But I cut her some slack - afinal, é o primeiro livro da Lauren. Todos os escritores tem seu direito do primeiro livro. E é muito bom, de fato. A releitura que Lauren fez de Macbeth foi... incrível. Muito incrível.


Sobre os personagens, Natalie Hargrove não é uma personagem para você gostar. É claro que tem as exceções mas até para as pessoas que se apaixonam pelos vilões, e bad boys (como eu!) não é possível suportar a personagem principal. Mas isso não impede de ela ser muito bem construída, e muito interessante, e muito importante para a história. Ela é daquelas bitch, que não ligam para nada importante. Todos querem ser ela, ela tem o namorado dos sonhos de todos, o cabelo e o corpo perfeito que todas as garotas desejam ter. Ela pode fácilmente mexer suas cordas e mexer com todas aquelas pessoas como fossem sua marionete.

O mais estranho, percebi, é que eu queria que ele se lembrasse. Queria que ele se sentisse constrangido ao saber que eu estivera por trás de tudo. Ele podia ter começado a nossa rixa, mas eu iria rir por ultimo.



Mike... eu não tive sentimentos com esse cara. Ele não me fez não gostar dele, nem gostar dele. Ele é claro, mais um bonequinho que Natalie brinca. Ele tem uma família complicada, assim como a maioria dos personagens principais introduzidos na trama.


E então, temos Justin Balmer. Confesso que esse foi o meu personagem favorito. E ele é o cara para quem Mike pode perder a coroa. Ele é engraçado e extrovertido. Apesar de Justin morrer no começo do livro, ele constantemente aparece em lembranças e no psicológico de Natalie... já que é ela que narra a história.

A associação com Macbeth é clara. Natalie é a Lady Macbeth, Mike é Macbeth, e Justin Balmer é o rei Duncan. Porém, Natalie e Mike podem trocar de papeis uma vez que a culpa pelo que fez com Justin Balmer a deixa louca, apesar de ela gostar de deixar esses sentimentos de lado... em determinado momento do livro ele vai implodir.

Você não tem ideia de como é a necessidade de fugir.

É incrível fica indignado pelo quanto Natalie Hargrove é uma bitch, que não liga literalmente para nada além da sua coroa. Nem para a vida do próprio namorado, ou para a própria vida. E então um momento tudo isso vai resultar em consequências.

Sim. É um bom livro, e eu daria uma chance para ele. Tem seu clima gótico, tem sua história sombria. Mas não superou ou até alcançou minhas expectativas. Talvez por eu não ter gostado de Natalie e ela ter narrado, a escrita ficou pesada para mim mesmo o livro sendo tão fino. E eu tive que me arrastar para lê-lo mesmo que no final eu tenha gostado. 

O quão difícil você trabalhou pelo que você queria. O quão cruel foi o destino trair você no final.

O livro vai ganhar 3/5. 

Espero que vocês tenham gostado da resenha!
Até a próxima! 
Tchau!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo